Fome emocional

Fome emocional

 

Fome emocional ou alimentação emocional é quando comemos compulsivamente como forma de lidar com emoções negativas, tais como: medo, raiva, ansiedade, frustração, tédio ou tristeza. O problema não está no nosso estômago e sim nas nossas mentes. A comida é usada não para saciar a fome e sim para nos desviar de nossos próprios sentimentos, uma vez que ela traz uma sensação temporária de bem estar. Lidar com a fome emocional pode ser extremamente difícil, pois muitas vezes foi enraizado em nós desde a infância. Porém, com esforço e determinação, é possível se ver livre deste problema. Algumas dicas para acabar com a fome emocional são:

  • Tente compreender se você está realmente com fome

Faça perguntas como: “Quando comi pela última vez? E o quanto comi?”, “Meu estômago parece vazio?”, “Estou ansiosa?”, “Estou entediada?”, “Estou deprimida ou irritada?”, “Estou com sede?”. Responder a estas perguntas pode ajudá-la a saber se você está realmente com fome ou apenas reagindo emocionalmente e usando os alimentos para lidar com os seus sentimentos. A sede também pode ser confundida com a fome, então beber água regularmente entre as refeições pode evitar esse sentimento.

  • Não tenha besteiras em casa

Quando não mantemos besteiras em casa (salgadinhos, bolachas, barras de chocolate, etc.), dificilmente caímos em tentação. Eu sei, seus filhos, seu parceiro, seu cão, não ficarão felizes com você por privá-los de tudo isso. Mas, acredite, você não os matará por fazer com que comam de forma mais saudável. Se livrar das porcarias fará bem para toda a família. Quando existe Junk Food em casa, a fome emocional torna-se muito fácil. Imagina a cena: você volta para casa depois de um dia horrível e estressante no trabalho e tudo o que você consegue pensar é em afogar suas mágoas no pote de sorvete que está dentro do congelador.

fome-emocional

  • Encontre uma alternativa mais saudável

Ao invés de se concentrar em agarrar um pote de sorvete quando chegar em casa, você precisa encontrar um substituto. Ao invés de buscar comida quando estiver estressada, leve o cachorro pra passear ou fale sobre o estresse do seu dia com o seu parceiro ou o seu amigo. Quando você adquiri novos comportamentos, acaba criando novos caminhos neurais – o que significa que você cria novos hábitos.

  • Reabasteça sua cozinha

É muito mais fácil pegar alimentos saudáveis ​​quando estiver com fome se eles estiverem à mão e à vista. Pesquisas mostram que as pessoas que deixam alimentos saudáveis ​​à vista demonstram melhores escolhas alimentares. Algumas formas de implementar isso na sua vida: Deixe uma tigela de frutas frescas já lavadas no balcão da cozinha. Corte e cozinhe alguns legumes e mantenha-os ao nível dos olhos na geladeira com algum molho de iogurte (ou outro de sua preferência) ao lado. Se o café é um gatilho para comer um bolo caseiro ou um pão, veja se você pode substituir seu café por um suco verde.

  • Sente-se à mesa para comer

Quando você se senta à mesa, seja para uma refeição completa ou para um lanche, você tende a comer com mais atenção. Pense sobre a última vez que você se sentou na frente da TV ou do computador com comida. Você realmente se lembra de comer a comida? Lembra de se sentir satisfeita? Lembra de ter saboreado cada garfada ou mordida? Quando você se senta e realmente presta atenção no que está comendo e no quanto você está comendo, a tendência é comer menos porque você consegue perceber os sinais que são enviados de seu estômago para o seu cérebro dizendo que você está satisfeita. E quando você está em contato com os sinais do seu corpo, você naturalmente se impede de comer demais.

  • Desenvolva novos hobbies e atividades que lhe agradam

Que tal começar aquele curso de línguas que você sempre quis fazer? Que tal experimentar uma aula de ritmos latinos? Que tal começar a fazer caminhadas pela manhã? Encontre um hobbie ou atividade que lhe dê prazer e siga em frente. Com certeza te ajudará muito a não descontar seus sentimentos e emoções na comida, te afastando cada vez mais da fome emocional.

  • Crie redes de apoio

Cerque-se de amigos, familiares e até mesmo profissionais que te apoiem, te escutem e te ajudem com amor e compreensão. Quanto mais redes de apoio, menos sozinhos nos sentimos. É maravilhoso poder contar com alguém nos momentos tristes e de angústias. Quanto menos sozinhos nos sentimos, mais nos afastamos da fome emocional.

  • Faça listas para se distrair dos seus desejos de comida

Sempre que você sentir uma vontade quase incontrolável de comer algo, tente pegar um pedaço de papel e listar cinco itens de cinco categorias de algo, como: nomes de cinco pessoas que você pode conversar sempre que você se sentir chateada, irritada ou deprimida; cinco atividades que você pode fazer para relaxar; cinco lugares que você pode ir para relaxar; cinco declarações de bom senso que você pode dizer a si mesmo quando está estressada; cinco coisas/atividades que você pode fazer para evitar a fome emocional. Depois de terminar esta lista, exiba-a na sua geladeira ou armário da cozinha. A próxima vez que tiver um desejo muito forte de comer algo, navegue pela sua lista e faça um dos 25 itens que foram indicados lá.

  • Faça um diário da sua alimentação

Para driblar a fome emocional é super interessante colocar no papel tudo o que você come. Manter um diário de alimentos é uma parte crucial. Use qualquer formato que você goste para um diário de comida – uma agenda ou caderno de papel, seu celular, uma planilha em seu laptop. Não importa o que você use, desde que você anote algumas coisas, incluindo a hora do dia, uma descrição da sua fome e o que você estava sentindo e porque estava sentindo isso. Isso te ajudará a identificar os sentimentos por detrás da fome emocional.

  • Procure ajuda profissional se necessário

A fome emocional pode trazer consequências sérias. Portanto, é muito importante procurar ajuda profissional quando: seus problemas alimentares estão se tornando muito frequentes; você se sente fora de controle; está interferindo na sua qualidade de vida, fazendo você ficar doente; está causando problemas com seus amigos, familiares ou no seu trabalho. Encontre um profissional que a faça sentir confortável e com quem você possa conversar.

Quer mais dicas como essa? Acesse nossa aqui tudo sobre Saúde que já publicamos.

Cansada de tentar mudar seu corpo sem sucesso? Faça como milhares de mulheres que utilizaram esse método eficaz e com baixo sofrimento, para mudarem suas vidas e conseguirem conquistar uma ótima saúde e o corpo que sempre sonharam, Saiba mais: